Desenvolvido pelo Departamento de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, em parceria com a Embrapa Suínos e Aves e Centro de Diagnóstico e Sanidade Animal, o trabalho avalia a eficácia do sistema TADD para descontaminação de caminhões usados no transporte de suínos. O Congresso Abraves acontece entre 17 e 19 de outubro, em Goiânia (GO).

 

SATOO trabalho científico “Avaliação do Sistema TADD (Thermo-assisted Drying and Decontamination) e de gás ozônio para descontaminação de caminhões de transporte de suínos”, de autoria de José Paulo Hiroji Sato, do Departamento de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, foi um dos selecionados para apresentação durante o XVIII Congresso da Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos (Abraves).

 

Um dos eventos técnico-científicos mais tradicionais do calendário suinícola brasileiro, o Congresso Abraves é conhecido por reunir técnicos e pesquisadores de todo o País para discutir temas de grande impacto para o desenvolvimento da suinocultura e por ser palco para a apresentação de novas pesquisas relacionadas às mais diferentes especialidades da atividade. “O Congresso da Abraves é um fórum altamente qualificado. É muito gratificante ver que nosso trabalho foi reconhecido dentre tantos outros que foram inscritos, sobretudo pela possibilidade de compartilhá-lo com os produtores e outros profissionais do setor”, afirma Sato.

 

Sistema TADD e de gás ozônio

Desenvolvido pelo Departamento de Serviços Veterinários da Agroceres PIC, em parceria com a Embrapa Suínos e Aves e Centro de Diagnóstico e Sanidade Animal (Cedisa), o trabalho teve como objetivo validar a eficácia do sistema TADD e o gás ozônio na redução de coliformes totais, como indicador de contaminação, em caminhões de transporte de suínos. Novo conceito em desinfecção de caminhões por secagem forçada com ar aquecido, o TADD, vem sendo largamente utilizado nos Estados Unidos e Europa para a inativação de bactérias, fungos e vírus em veículos utilizados para o transporte de suínos.

 

“Os resultados do experimento foram muito satisfatórios e demostraram que o sistema TADD e gás ozônio é eficiente na eliminação de patógenos de caminhões de transporte de suínos”, explica Sato. “Isso é importante porque o TADD é uma tecnologia que já está disponível aos suinocultores brasileiros e é uma ferramenta que permite aperfeiçoar o controle de biossegurança dos meios de transporte, condição fundamental para a manutenção do elevado status sanitário da produção suinícola nacional”, observa.

 

O XVIII Congresso Abraves será realizado entre os dias 17 e 19 de outubro, em Goiânia (GO).