A Empresa

A Agroceres PIC é a empresa que reúne a maior tradição de conhecimentos e inovações em desenvolvimento genético de suínos. Nasceu em 1977, através da parceria entre o Grupo Agroceres e a inglesa PIC – Pig Improvement Company, implantando no Brasil o primeiro núcleo genético de animais de elite.

A sólida parceria com a PIC, assegura o uso de genes superiores em nível global, contando, também, com o apoio consultivo de seus cientistas nos programas de pesquisa e desenvolvimento, no Brasil e na Argentina, posicionando-se na vanguarda genética da realidade produtiva do Cone Sul de nosso continente.

Nosso compromisso é fornecer produtos e serviços que agreguem valor e diferenciais aos negócios dos clientes. E nosso trabalho sempre seguiu uma crença fundamental: juntamente com o suinocultor, é a ciência genética que dá forma e energia à evolução do setor.

Na Agroceres PIC, o presente é resultado do futuro. É o produto de visões evolutivas para a suinocultura brasileira, que já é referência internacional. Essa aliança com o futuro marca a empresa desde a sua criação, quando revolucionou o mercado, ao introduzir o conceito de genética para máxima eficiência zootécnica, para maior rendimento de carne magra e melhor qualidade de carne.

São décadas de conhecimento e experiência com os desafios da cadeia produtiva da carne suína, sempre com atuação inovadora e orientada para tecnologias de vanguarda.

Acesse a linha do tempo clicando aqui.

São décadas de conhecimento e experiência com os desafios da cadeia produtiva da carne suína, sempre com atuação inovadora e orientada para tecnologias de vanguarda.

  • 2018

    • Inaugura a Unidade de Disseminação de Genes em Itabirito – MG, quinta UDG no País, consolidando a maior estrutura de Genética Líquida da América Latina, com capacidade de produção de 3 milhões de doses por ano.
  • 2017

    • Inaugura a Unidade de Disseminação de Genes em Laranjeiras do Sui – PR, a maior e mais moderna UDG da América Latina.
    • Implanta o GL-Log, sistema logístico inteligente que permite monitorar todas as variáveis envolvidas na produção, expedição e transporte de Genética Líquida.
    • Introduz no Brasil o TADD (Thermo-assisted Drying and Decontamination), um novo conceito em desinfecção de veículos de transporte de suínos por secagem forçada com ar aquecido.
  • 2016

    • Lança o macho reprodutor AGPIC 359, com máxima eficiência de crescimento e resiliência.
  • 2014

    • Incorpora a empresa de genética suína Génétiporc.
    • Lança o programa de atualização genética AGPIC PLUS, um avançado sistema de produção fechado.
  • 2013

    • Inaugura a Unidade de Disseminação de Genes em Fraiburgo - SC, criando uma base tecnológica que permita à suinocultura do País agregar novos ganhos em competitividade.
    • Lança o programa genético de reprodutores CBV Max - progresso genético elevado à máxima potência.
  • 2012

    • Lança o macho AGPIC 327, com exclusiva genética para robustez e crescimento acelerado da progênie.
    • Lança o macho AGPIC 426, com perfil superior em qualidade e conformação de carcaça.
  • 2011

    • Lança a matriz Camborough – a fêmea global da Agroceres PIC.
  • 2009

    • Lança o reprodutor AGPIC 425, um novo padrão genético para produção de carne magra.
  • 2007

    • A Agroceres PIC completa 30 anos.
  • 2006

    • Lança o reprodutor AGPIC 415, um marco em rendimento de carne magra e cortes nobres.
  • 2005

    • Lança o macho reprodutor AGPIC 380, que produz cevados com alta taxa de crescimento e qualidade de carne muito superior.
  • 2004

    • Lança a Camborough 23, matriz de alta eficiência reprodutiva e excepcional habilidade materna.
  • 2003

    • Lança a Camborough 25, excepcional eficiência reprodutiva e melhores níveis de produtividade.
  • 2002

    • Lança o reprodutor AGPIC 337 PT1, com restrição alimentar automática. É o segundo marcador genético da geração AGPICmarq.
    • Certificação ISO 9001: 2000 na Unidade de Disseminação de Genes Brasil.
    • Certificação ISO 14001 na Granja Núcleo.
  • 2000

    • Lança o macho-avô AG 1075 LS1, o primeiro marcador genético de uso comercial no Brasil - uma tecnologia exclusiva AGPICmarq.
  • 1999

    • Certificação ISO 9002 da sua Unidade de Disseminação de Genes Brasil, a primeira do setor.
  • 1998

    • Lança os machos AGPIC 427 e AGPIC 421, uma nova geração de reprodutores com alto rendimento de cortes nobres.
    • Lança o macho AGPIC 337, livre do gene Halotano, com qualidade de carne superior.
  • 1997

    • Lança três machos de alto valor genético, AGPIC 410, AGPIC 413 e AGPIC 420, especiais para inseminação artificial.
  • 1996

    • Cria o "Suíno Ultralight“ – AGPIC 419: carne com menos gordura e muito mais saudável.
  • 1995

    • Inaugura a Unidade de Disseminação de Genes Brasil em Presidente Olegário – MG.
    • Lança a Genética Líquida, um programa de atualização genética.
  • 1994

    • Lança a Camborough 22, matriz para granjas com alta tecnificação.
  • 1993

    • Pioneiramente utiliza o teste de DNA para identificar animais livre do gene Halotano®.
  • 1992

    • Cria o "Suíno Light“ – AGPIC 405, dando novo salto em qualidade de carcaças.
  • 1990

    • Lança o macho AGPIC 400, um novo padrão em qualidade de carcaça e rendimento de cortes nobres.
  • 1986

    • Lança o macho AGPIC 231: ganhos em eficiência de crescimento.
    • Primeira a usar a técnica do Desmame Precoce Medicado, no Brasil.
  • 1985

    • Lança a Camborough 15 - primeira matriz comercial three-cross do mercado: hiperprolificidade, robustez e qualidade de carne.
    • Desenvolve o primeiro programa de nutrição exclusivamente voltada a suínos de alta performance.
    • Lança a avó AG1050.
  • 1983

    • Cria um setor de Engenharia e Projetos para apoiar os clientes.
  • 1982

    • Inicia o desenvolvimento de Linhas Maternas Hiperprolíficas.
  • 1980

    • Lança o reprodutor híbrido AGPIC 204.
  • 1979

    • Lança a matriz híbrida Camborough.
  • 1978

    • Traz para o Brasil o primeiro núcleo genético para modernos suínos tipo carne.
  • 1977

    • Nasce a Agroceres PIC, joint-venture entre a Agroceres e a PIC Pig Improvement Company.

Integração Global em Melhoramento Genético

A PIC pertence à GENUS, a maior empresa do mundo em melhoramento genético animal, com atuação líder nos segmentos bovino e suíno. Opera em diversos países e mantém inúmeras Linhas Puras sob regime de progresso genético intensivo. Em todo o mundo, seu plantel alojado de matrizes e reprodutores representa uma produção equivalente a 130 milhões de cevados por ano.

Nossa parceria com a PIC traz vantagens estratégicas, como o acesso a tecnologias genéticas e de manejo, usadas na América do Norte e Europa e acesso aos dados de seleção de sua rede mundial, através do software PICTraq, assegurando o uso de genes superiores em nossos programas genéticos, no Brasil e Argentina.

A partir desta base genética internacional, a Agroceres PIC desenvolve programa próprio de melhoramento genético, específico para as condições ambientais e econômicas da suinocultura brasileira e mercados de exportação.

São produtos geneticamente desenvolvidos aliando alta prolificidade e ótima viabilidade de progênies, com leitões que levam vantagem em tudo o que decide o lucro; melhor peso total à desmama, ótimo ganho de peso diário, melhor conversão alimentar, e melhor qualidade de carcaça.

Biossegurança

O sistema de segurança sanitária da Agroceres PIC é referência internacional, devido a diversas medidas e procedimentos de biossegurança e monitoria sanitária, que minimizam o risco de introdução de patógenos, garantindo a manutenção do elevado status sanitário dos animais de seu sistema de produção e multiplicação.

  • Isolamento de granjas
  • Barreiras sanitárias
  • Filtragem de ar
  • Fluxo controlado de pessoas, veículos e animais
  • Introdução de animais via quarentena
  • Monitorias clínicas, laboratoriais e de bem-estar animal regulares
  • Limpeza e desinfecção preventiva das instalações
  • Controle sanitário de alimentos dos animais
  • Controle e rastreamento do transporte dos animais
  • Inspeção de carcaças em frigoríficos

Gestão de Qualidade

Para a Agroceres PIC qualidade é compromisso e questão de honra. Por isso mantém todas as suas Unidades Operacionais sob o Sistema Integrado de Gestão pela Qualidade, que controla com rigor (e de ponta a ponta) todos os processos da empresa – envolvendo pesquisa, produção, logística, comercialização e suporte técnico aos clientes.

POLÍTICA AMBIENTAL DA AGROCERES PIC NÚCLEO GENÉTICO BRASIL

O Sistema de Gestão Ambiental do Núcleo Genético Brasil da Agroceres PIC, especializada na produção de suínos e de sêmen suíno de alto valor genético, através de métodos de manejo ambientalmente responsáveis e de profissionais conscientes, visa minimizar ou evitar a geração de elementos poluentes ao meio ambiente em que atua, assim como, racionalizar o uso dos recursos naturais. Para alcançar esses objetivos a Agroceres PIC compromete-se a:

  • Atender aos padrões ambientais estabelecidos pela legislação e regulamentos vigentes no País, bem como outros requisitos subscritos pela empresa relacionados aos seus aspectos ambientais;
  • Promover ações voltadas para a prevenção da poluição e a melhoria contínua do desempenho ambiental relacionadas com as suas atividades, produtos e serviços, dando especial atenção ao consumo de água e energia elétrica;
  • Definir objetivos e metas ambientais com base nos impactos ambientais significativos, atualizando e estabelecendo responsabilidades de gestão em todos os níveis da empresa.

POLÍTICA DA QUALIDADE

Fornecer aos seus clientes, reprodutores e doses inseminantes de alto valor genético que atendam aos requisitos zootécnicos e às exigências regulamentares de utilização destes produtos.

Implementar melhoria contínua de seus processos e do seu Sistema de Gestão da Qualidade.

Valorizar a participação e o desenvolvimento das pessoas envolvidas no Sistema de Gestão da Qualidade.